Resenha: Julieta Imortal

Olá, meus queridos! Depois de um ano sem postar NADA aqui no blog, eu voltei. Esse último ano foi corrido para mim, cheio de mudanças, mas estou me adaptando e vamos lá. Em meio aos muitos acontecimentos, não abandonei meu amor por livros e continuo uma forte leitora. No ano passado, acho que eu li 23 livros, é pouco, mas é mais que a média brasileira. Porém, hoje, não vim falar sobre mim, estou aqui para escrever minha primeiríssima resenha.
Sempre tive uma vontade imensa de escrever algo sobre algum livro aqui,mas eu nunca acho tempo e a vontade fica só na cabeça. Hoje, eu vou conseguir realizar esse sonho.
Vou falar um pouco sobre o livro Julieta Imortal de Stacey Jay.


Sinopse pelo Skoob:"Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela." 
Primeira reação:Como assim Romeu matou a Julieta? Os dois não morreram em nome do seu amor?
Pois é ,meus queridos, é exatamente aí que nós nos enganamos (segundo esse livro). Era tudo uma mentira criada pelo Romeu, ele é um maluco que só queria viver para sempre e por isso matou a jovem(muito jovem) Julieta Capuleto.
A Julieta tem a missão de unir duas almas gêmeas em nome da causa dos Embaixadores da Luz e alimentar a força deles, mas o Romeu é um Mercenário e luta a favor da escuridão (ódio, vingança, e mais um monte de causas que não são muito legais), ele fica perseguindo ela e tentando acabar com todas as suas missões. Ele tem que convencer uma das almas gêmeas a matar a outra e então a assassina se tornará um Mercenário.
Tudo está bem, até que Julieta se apaixona. Não pelo Romeu! Mas por um personagem lindo, perfeito, super hiper fofo. É claro que eu me apaixonei por ele também! É um amor proibido, muito proibido, eu não posso falar o porquê, isso é uma grande coisa para o livro.
Sinceramente, eu comecei a ler o livro sem expectativas, não formulei nenhuma teoria mirabolante nas primeiras páginas, porque eu achei que não ia gostar dele, mas o livro meio que deu um tapa na minha cara e disse: Ei, você pensou que eu era chato, olha só como você está suspirando agora! Então, no começo eu só estava lendo por ler, quando vi eu já estava super envolvida e ficava pensando o que ia acontecer quando eu virasse a página. E comecei a criar teorias. E suspirar pelo desenrolar e ficar desesperada com as reviravoltas,ansiando pelo final, apesar de não querer terminá-lo. O livro foi me conquistando aos poucos e cada vez eu ficava mais amiga da Julieta e torcia por ela. 
Eu achei o livro interessantíssimo. Utilizar uma história tão famosa e mudá-la totalmente, foi genial! Mais genial ainda foi transformar em uma história fantástica. Muito legal! Os personagens são muito bem feitos, eles parecem reais, apesar de viverem em um mundo muito fictício. Uma coisa que eu gostei em relação aos personagens, foi que quando eu pensava que conhecia o personagem, a história me mostrava que eu não sabia tudo sobre ele. Eles tinham mais coisas em suas vidas do que seus atos revelavam.
Outra coisa que eu gostei foi algumas falas e até pensamentos fazerem conexão com algumas frases famosas da história de Romeu e Julieta de Shakespeare, e até com outras histórias de Shakespeare, como Hamlet. Acho que eu percebi umas quatro ou mais ocorrências disso.
No final, eu gostei muito do livro. Só não gostei do "Corda", acho que foi assim que a escritora chamou o epílogo, Corda, segundo o que eu lembro da nota de rodapé, era uma palavra italiana que designava uma parte final de um teatro ou ópera italiana, passava-se depois do fim da história. Não gostei do Corda, porque me deixou com vontade de ler Romeu Imortal e agora eu estou louca para ler... Mas eu me apaixonei demais por Julieta Imortal e espero que muitos outros leitores se apaixonem também.
Deixo uma frase do livro para vocês, foi a que eu mais gostei.
Esse livro me deixou com um pensamento: Por mais que o mundo não seja um lugar perfeito, que exista sofrimento e milhares de motivos para chorarmos, o amor ultrapassa tudo isso. O amor é mais forte que a dor e as lágrimas. O amor trás esperança. O amor salva. Assim termino minha resenha.
Se você já leu Julieta Imortal, deixe seus comentários sobre o livro e sobre minha resenha de estréia. Se você não leu ainda esse livro e deseja saber algo sobre ele, pergunte a vontade, estou disposta a ajudar!Se você quiser fazer algum comentário, fique a vontade!
Obrigada por ler minha resenha.
Espero que você tenha gostado.
Beijocas,
Verônica.

Comentários

  1. Adorei essa resenha sou sua fã numero 1, vc me conhece mas não sei se ao ver este comentario vai pensar em mim !!! Bjs Te amo D+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, por ter adorado minha resenha e por ser minha fã. Desculpe se não lembro de você, mas gostaria que você me falasse quem é. Obrigada! Beijo

      Excluir

Postar um comentário

Comente o que você achou dessa postagem! Eu ficaria muito grata de saber sua opinião!
"Posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo". Evelyn Beatrice Hall no livro The Friends of Voltaire. Smith, Elder & Co. 1906.

Não use:
-Palavrões;
-Desrespeito para com outras pessoas;
Podemos nos expressar sem utilizar essas coisas.
Obrigada!

Postagens mais visitadas deste blog

Fanfics fofissimas do Percy e da Annabeth!